VOZ URBANA


Nessa cidade de floresta de concreto
O céu está fechado e o coração está aberto
Vários sotaques, Vários dialetos,
eu sou só mais um, segundo seus méritos

Mas fique esperto
Eu tenho dom de transformar
a dor em tom de poesia
Hoje a madrugada vai ser fria
Aqui no meu quarto vejo a vida tão vazia.

Mas logo de manhãzinha, vou escrever uma poesia.
Essa rima já alegra meu dia.

Quando a tristeza tenta
roubar minha alegria.
Eu me inspiro na melodia
de uma poesia
seja de noite ou de dia
Minha vida é uma poesia
eu sou a voz urbana que rima todo dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário