TEMPO DE AMOR


Mesmo sem palavras,
Meus olhos te confessam, mesmo sem rumo
minha boca procura por seus lábios, 
mesmo sem chão, meus pés seguem em sua direção,
 mesmo sem voz meu coração grita seu nome.

Mesmo sem forças, 
meus dedos escrevem 
seu nome na areia.
Mesmo sem ternura,
meu corpo te procura,
mesmo sem tato
minhas mãos insistem em te tocar.
Mesmo sem te notar,
meu corpo te deseja.

Mesmo sem você por perto,
sinto seu cheiro no ar,
mesmo sem te ver pela cidade,
vejo seu rosto em cada pessoa que esbarro pelas ruas,
mesmo sem você aqui,
ouço a sua voz dizendo,
já é tarde, acorda amor.

Mesmo sem hora marcada,
meu despertador apita insistentemente
dizendo que é hora de a gente se encontrar, 
mesmo sem lugar marcado, a gente se encontra
pra falar de amor, 
quando olho no calendário está marcado que é tempo de amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário