AFRODITE


De onde vem esses olhos tão doces?
Aí Deus se essa dona fosse a dona do meu coração.
São esses lábios borrados de batom,
que me fazem escrever
o amor em vários tons.

De onde vem essa deusa que exala sedução?
Ah meu Deus! Ela vai roubar meu coração.
Ó deusa do amor,
tua sedução me fez ser um pensador.
Minha Afrodite,
minha fonte de inspiração sem limites...

Nenhum comentário:

Postar um comentário