GESTOS DE AMOR


O amor é envolvente
Um abraço quente
Um toque indecente
Mãos que se estende
Chama que se acende
Laço que se prende.

O amor é displicente
Um olhar inocente
Um beijo entorpecente
Dor que o peito sente
Lábios que se redem
Gestos que o coração compreende.

O amor é paciente
Um desejo ardente
Um verso envolvente
Querer abstinente
Elos que não se desprende
Gesto que o coração compreende. 

4 comentários:

  1. Bom dia. Poema sublime. Parabéns Poeta:))

    Hoje » Poesia sem sonhos

    Bjos
    Votos de uma óptima Quarta - Feira.

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Rimou tudo. Rs.. Bons votos no domingo. Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Robson
    Obrigada pela sua visita ao meu blog e pelo comentário deixado.
    Muito bonito e com boa rima este seu poema de amor! Gostei imenso.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir